“Twittaço” do Greenpeace

A ONG ambiental Greenpeace se reúne na manhã desta quinta-feira (24) em Brasília para cobrar a votação do Projeto de Lei 630/03, conhecido como “Lei de Renováveis”. A legislação está parada há dois anos no Congresso.

O projeto foi criado tendo como objetivo o desenvolvimento sustentável brasileiro. Por isso, inclui o investimento em tecnologias de produção de energia limpa, como solar, eólica e biomassa. A intenção é descentralizar a produção renovável das usinas hidrelétricas, que são atualmente a principal fonte brasileira, mas que causam grandes impactos ambientais nas regiões onde são instaladas.

O Greenpeace decidiu se manifestar por acreditar que essa lei é de extrema importância para que o Brasil cresça economicamente sem causar danos ao meio ambiente. O potencial brasileiro é inegável e os ativistas acreditam que o país possa se tornar referência para outras nações com um incentivo desse tipo.

O problema é que a legislação está parada no Congresso há dois anos, sem que haja interesse governamental em colocá-la em vigor. Para chamar a atenção dos governantes a ONG se manifestará pessoalmente, mas todos os outros ativistas e pessoas interessadas no futuro do Brasil poderão colaborar através do twitter.

Com o chamado “tuitaço” o Greenpeace pede para que a população envie mensagens através da rede social, pedindo urgência na votação da Lei de Renováveis, com a expressão #energialimpa diretamente para o presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Maia.

O protesto pode ser acompanhado ao vivo através do site do Greenpeace.

Fonte: CICLOVIVO