Leilão das camisetas e luvas usadas pelos goleiros dos times Corinthians e Palmeiras

Convidamos a todos a entrar no site do projeto Jogando pelo Meio Ambiente e participar do leilão das camisetas e luvas usadas pelos goleiros dos times Corinthians e Palmeiras, embaixadores do projeto, no jogo de sábado, dia 30 de abril.

A renda do leilão será revertida para a Cooperpac, a cooperativa de materias recicláveis apoiada pelo projeto.

Além dos recursos advindos do leilão, os catadores receberão, nos próximos dias, uma prensa para 12 toneladas e jalecos profissionais como doação do Banco Cruzeiro do Sul, patrocinador do projeto, além de terem a reforma de seu veículo de trabalho custeada pelo banco.

Além desta face social, o JPMA continua contabilizando árvores de espécies nativas de Mata Atlântica para captura dos Gases de Efeito Estufa emitidos pelos times partícipes do projeto, ao longo do ano.

Em 2010, foram plantadas 26.000 árvores em Salto do Pirapora que compensaram as emissões das viagens aéreas e terrestres do time, do uso do estádio em dias de jogos, além de árvores bônus a cada jogo e a cada gol.

 

Saiba mais:  http://www.jogandopelomeioambiente.com.br/

Anúncios

As 10 florestas mais ameaçadas

A ONU fez de 2011 o Ano Internacional das Florestas para poder alertar o mundo todo sobre a necessidade de conservá-las. A ONG Conservação Internacional aproveitou e divulgou uma lista com as florestas mais ameaçadas de extinção no mundo.
A ONG levou em consideração só áreas que tenham riqueza biológica extrema, índice elevado de espécies únicas de animais ou plantas. Além da degradação e alta possibilidade de desaparecer. Esses locais são chamados de “Hotspots” e a CI diz que eles já perderam cerca de 90% da sua cobertura original, cada uma.

A lista:

O Brasil, infelizmente, está no Top 5 por conta da Mata Atlântica, que abriga cerca de 20 mil espécies de plantas e ocupa só 8% do que sua cobertura original já foi.

“As florestas estão sendo destruídas a uma taxa alarmante para dar lugar a pastagens, plantações, mineração e expansão de áreas urbanas. Com isso, estamos destruindo nossa própria capacidade de sobreviver,” diz Olivier Langrand, diretor de política internacional da CI.

A ONG faz questão de lembrar que as florestas são essenciais para fornecimento de água e também tem contribuição direta para a estabilização do clima. Eles dizem que os dez hotspots florestais mais ameaçados armazenam mais de 25 gigtatons de carbono. E o desmatamento, por outro lado, representa aproximadamente 15% das emissões totais de gases do efeito estufa.

O alerta também foi dirigido aos governos, para fazê-los repensarem seus programas de proteção e preservação. Lagrand completa “Florestas saudáveis nos oferecem os melhores meios econômicos para enfrentar os diversos desafios ambientais da mudança climática e a crescente demanda por produtos florestais”.

Fonte: eco4planet

Jogando pelo Meio Ambiente

O projeto Jogando pelo Meio Ambiente, fruto da parceria entre a empresa de comunicação Nova Estratégia, o Banco Cruzeiro do Sul e o Sport Club Corinthians Paulista, tem o objetivo de fomentar a responsabilidade socioambiental dos torcedores do time, dos jogadores, dos membros do clube e de todos os colaboradores do Banco Cruzeiro do Sul.

O projeto tem também a missão de promover a cultura de sustentabilidade e responsabilidade socioambiental nas práticas e atividades do Banco Cruzeiro do Sul e do time do Corinthians, de modo que eles sejam reconhecidos como instituições sustentáveis, em consonância com os mais avançados padrões globais e que exerçam suas atividades com responsabilidade socioambiental contribuindo para a melhoria das condições da vida do Planeta.

O Ecoar é responsável por todas as atividades de educação ambiental, cálculos de emissão de gases de efeito estufa (GEE) e plantio estimado de 20 mil árvores.

Conheça as principais atividades do projeto:

• Inventário de emissões de GEE das atividades do Banco e compensação de emissões por meio do plantio de árvores;
• Inventário de emissões de GEE do time do Corinthians referente ao deslocamento do time, inclusive internacional, em dias de jogo e ao consumo de energia elétrica dos estádios onde acontecem os jogos;
• Atividades de Educação Ambiental por meio de Palestras, Seminários e Oficinas;
• Apresentação de diretrizes e indicadores para o fomento a boas práticas e redução de emissões de GEE;
• Atividades de Educomunicação, por meio de mídias sociais;
• Em celebração a esta iniciativa, serão feitos o plantio de 100 árvores a cada jogo do time do Corinthians e mais 100 árvores a cada gol marcado pelo timão.

Saiba mais acesse: www.jogandopelomeioambiente.com.br

Instituto Ecoar para a Cidadania

Plantando o Futuro

A Amazônia abriga 33% das florestas tropicais do planeta e cerca de 30% das espécies de fauna e flora. Exerce um papel fundamental no equilíbrio climático global, influencia, diretamente, o regime de chuvas do Brasil e da América Latina e sua imensa cobertura vegetal armazena entre 80 a 120 bilhões de toneladas de carbono.

O ritmo da destruição segue de acordo com a grandiosidade da Amazônia. Entre 1550 e 1970, o desmatamento da Amazônia representava 1%. Hoje, 40 anos depois, os números saltam para 17%, o que equivale a uma área igual a dos territórios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Apesar de alguns passos dados pelo governo e pela fiscalização, a busca pelo “desenvolvimento” faz a Amazônia enfrentar um acelerado processo de degradação com a extração de madeira e a produção de gado e soja.  Hoje, o desmatamento é o grande problema ambiental do Brasil, que é considerado o 4° maior poluidor do mundo. Cada árvore que cai, leva uma parte do carbono armazenado à atmosfera, contribuindo com o aumento do aquecimento global.

O reflorestamento é uma das medidas que combate os males causados pelo desmatamento, visto que promove o sequestro de CO2 da atmosfera, diminuindo, assim, a concentração deste gás e desempenhando um importante papel no combate à intensificação do efeito estufa. A remoção do gás carbônico da atmosfera é realizada graças à fotossíntese, que permite a fixação do carbono na biomassa da vegetação e nos solos.

Segundo a ONU, seria necessário o plantio de 38,9 árvores por habitante, ao ano, para diminuir os males causados. Nós devemos assumir o nosso papel e contribuir para termos um planeta saudável. Podemos dar a nossa contribuição de diversas formas, como, por exemplo, plantar árvores ou apoiar institutos como o Ecoar, que realiza projetos em prol do meio ambiente, e estar atento às práticas das empresas que nos fornecem produtos derivados da madeira, verificando se as mesmas possuem certificação ambiental e se realizam técnicas de reflorestamento para recompor o que foi extraído.

As atitudes conscientes de hoje vão garantir um amanhã mais verde e limpo para nós e para as nossas futuras gerações. Então, não seja negligente, mude e contribua com o planeta que já tanto fez por nós!

Instituto Ecoar para a Cidadania