Estagiária Ana, Primeiro Mês no Ecoar

Neste inverno – ou verão, dependendo do hemisfério – eu tenho o prazer de trabalhar no Instituto Ecoar para a Cidadania. Consegui este estágio pelo programa de estágios de intercambio da universidade de York em Toronto, Canadá, onde participo de um programa de pós-graduação em Estudos Ambientais. Minhas áreas de interesse são justiça climática, energia, políticas do meio ambiente e desenvolvimento internacional. Na York, trabalho como assistente de investigação no Consórcio Climático para as Pesquisas de Ação e Integração (CC-RAI). Eu e Kat Bodkin, outra estudante de York, estamos trabalhando em três projetos muito estimulantes no Ecoar, que tiveram início em maio e irão até agosto de 2011:

1. Jogando pelo meio ambiente

2. Capacitação de catadores das Cooperativas Chico Mendes e Cooperpac.

3. Educação a Distância O primeiro projeto envolve dois times de futebol profissionais de São Paulo: Corinthians e Palmeiras. Os times estão envolvidos em uma iniciativa para tornar suas equipes mais sustentáveis e reduzir sua pegada de carbono.

Chico Mendes e Cooperpac são cooperativas de reciclagem que reunem catadores de resíduos independentes, sob o mesmo teto. Cada membro funciona em uma variedade de funções, e no final do mês, a cooperativa divide os lucros com todos os trabalhadores.

E finalmente, o projeto de educação ambiental à distância se concentra em questões de sustentabilidade. As aulas são ministradas no Internet para classes formadas por professores, com turmas que podem chegar até duas centenas de alunos por sala de aula.

Anúncios

Primeiro blog de Ecoar estagiária, Kathryn

Oi, todo mundo! Bem-vindo ao meu blog para Instituto Ecoar Para a Cidadania!

Meu nome é Kathryn Bodkin, e eu sou uma estudante da universidade York, de Toronto, Canadá. Eu estou fazendo um  estágio no  Instituto Ecoar Para a Cidadania.

Eu estou quase acabando minha faculdade, em estudos internacionais. Eu estou interessada em formulação de políticas, advocacia, nas metodologias participativas em projetos comunitários, e tambem nos impactos dos mudancas climaticas nas populações humanas. Todos esses coisas fazem com que o Ecoar seja um local perfeito para meu intercâmbio academico  e para minha  experiência prática internacional.

Eu estou muito ansiosa para ficar com Ecoar por 3 meses. Nos primeiros dias nós fomos para um seminário no Centro Cultural do Banco do Brasil, onde a presidenta de Ecoar, Miriam Duailibi, falou sobre a Agenda 21; um plano de ação global das Nações Unidas, Governos, e grandes grupos, de todas as areas onde a ação humana impacta a ambiente. Especificamente, Miriam falou sobre como os objectivos ambientais internacionais tem que acontecer em nives locais, com envolvimento participativo do todos os membros da comunidade.

Em nosso segundo dia do trabalho, fomos a  uma cooperativa na Zona Leste, onde pessoas trabalham juntos para recolher resíduos reciclados e os vendem para empresas recicladoras. O Ecoar promove oficinas de educação ambiental todas às terças-feiras.  O projeto é financiado pela Prefeitura de São Paulo. Senti-me inspirada pelo grupo porque eles trabalham juntos para proteger o ambiente, e também compartilham o salário igualmente.

Eu fui apresentada a cultura brasileira nesta semana. Fomos a uma discoteca que tinha samba. Lá eu apreendi como dançar esta tipa de música. Fomos também à comemoração do Dia Internacional do Meio Ambiente na Zona Leste, aonde nós vimos manifestações de capoeira e samba. A cultura brasileira é calorosa e animada, e estou muito animada para apprender mais durante o meu tempo aqui.

A principal dificuldade que estou tendo é a de me  comunicar em portugues. É dificil quando eu tenho uma coisa para dizer, mas eu nao posso encontrar as palavras, ou quando eu nao posso acompanhar uma conversa e socializar como eu normalmente faço. No entanto, eu sei que esta é uma parte da aprendigazem de uma lingua, e eu aprecio muito a paciencia de meus colegas.

Até a próxima!

Vem aí a Virada Sustentável

Dias 4 e 5 de junho acontece a 1.ª Virada Sustentável em São Paulo

Missão

A Virada Sustentável tem como missão difundir e ampliar a informação sobre sustentabilidade na sociedade, utilizando a arte e as atividades lúdicas como principais ferramentas de comunicação, inspirando as pessoas a enxergarem na sustentabilidade um valor coletivo.

Visão

Acreditamos que a sustentabilidade pode ser alegre e inspiradora. E que essa abordagem representa um apelo importante para que pessoas, organizações e instituições atuem na construção de uma sociedade mais justa e equilibrada em várias esferas.

Valores

A Virada Sustentável é um evento cultural que reúne atrações (música, teatro, dança, instalações, exposições) que têm a sustentabilidade e seus diferentes temas (mudanças climáticas, biodiversidade, água, reciclagem, diversidade, direitos humanos, mobilidade urbana etc) como conteúdo principal. Leia mais, aqui.

Consulte a programação completa.

 

Fonte: Virada Sustentável