Carbono & Metano

O documentário Carbono & Metano, voltado para o tema do aquecimento global, acaba de ser lançado pela PH Multivisão e Vídeo. Destinado, preferencialmente, a crianças e jovens de 10 a 15 anos de idade, aborda, de forma lúdica e descontraída, temas, aparentemente, de difícil compreensão, como efeito estufa e mudanças climáticas. Incentivado pela Lei Rouanet e patrocinado pela Tetra Pak, o filme tem cerca de 50 minutos e é dividido em três episódios, facilitando a utilização didática.

O filme conta a história das personagens Carbono e Metano e suas tentativas de “dominar o mundo” por meio do efeito estufa e do aquecimento global. Em estilo de gibi de super-heróis, o média-metragem trata de um dos maiores problemas da atualidade: a sustentabilidade, ou seja, o equilíbrio entre desenvolvimento econômico, justiça social e respeito ao meio ambiente.

Cientistas, professores, ambientalistas, pedagogos e outros especialistas participam do filme, emitindo opiniões embasadas sobre os temas abordados. Entre eles estão Carlos Nobre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Ministério da Ciência e Tecnologia, Virgilio Viana, da Fundação Amazônia Sustentável, e Carlos Alberto de Mattos Scaramuzza, superintendente de conservação do WWF-Brasil.

Carbono e Metano foram humanizados e o resultado é que suas personalidades são espelhos de seus traços químicos. Carbono é mais encorpado (com maior peso atômico), enquanto Metano é mais franzino. Isolados, são afáveis e amigáveis – na origem, foram responsáveis pelo surgimento da vida. Reunidos em bandos, descontrolados, podem se tornar agressivos e antissociais, formando verdadeiras “gangues”. Representam, respectivamente, 80% e 15% das emissões de gases de efeito estufa.

O filme está disponível no Youtube, em cinco partes. A primeira parte pode ser vista abaixo, e as outras podem ser encontradas no link  http://www.youtube.com/user/PHMultivision.

Fonte: WWF

Hora do Planeta 2011

 

A Hora do Planeta, conhecida globalmente como Earth Hour, é uma iniciativa da Rede WWF para enfrentar as mudanças climáticas.

Desde a sua criação em 2007, como iniciativa de uma única cidade (Sidney), a Hora do Planeta tornou-se um espantoso movimento voluntário global onde centenas de milhões de pessoas, de todos os continentes, se juntam para reconhecer a importância de proteger o planeta.

Inspirada em milhares de histórias de pessoas que levam suas ações além do simbolismo de apagar as luzes por uma hora, a Hora do Planeta 2011 desafia indivíduos, empresas e governos, em todo o mundo, a acrescentarem mais ao apagão anual e mostrarem de que forma criarão medidas, no seu dia-a-dia, para proteger o Planeta.

Em fevereiro, no site earthhour.org, vai ser lançada uma plataforma que permitirá aos participantes partilhar histórias do que fizeram ou planejam fazer para marcar a diferença, mostrando que não importa quão grandes ou pequenas as nossas ações sejam, mas, antes, o que essas ações podem representar.

A Hora do Planeta 2010 foi a maior ação voluntária contra o aquecimento global da nossa história, com 128 países e mais de 4.500 cidades, em todo o mundo, apagando suas luzes por esta causa.

A Hora do Planeta 2011 verá, novamente, centenas de milhões de pessoas unirem-se para celebrar um compromisso inequívoco com o planeta, desligando suas luzes por uma hora e  irem além dessa hora. A contagem regressiva já começou.

Esta iniciativa tem visto alguns dos monumentos e paisagens mais conhecidos do mundo, incluindo a Cidade Proibida, Torre Eiffel, o Palácio de Buckingham, a Golden Gate Bridge, Table Mountain, o Cristo Redentor, Ponte 25 de Abril, Cristo Rei e Sydney Opera House desligarem as suas luzes numa celebração global da única coisa que nos une a todos – o Planeta Terra.

Na Hora do Planeta 2011, pede-se ao mundo que:

Desligue as luzes pela Hora do Planeta, às 20:30 de Sábado, 26 de Março de 2011, celebrando o seu compromisso com o planeta e juntando-se a milhões de pessoas em todo o mundo;
Partilhe histórias e ações que beneficiam o planeta;
Vá para além da hora – encetando ações sustentáveis numa base diária.

“O crescimento da Hora do Planeta nestes quatro anos veio provar que centenas de milhões de pessoas querem fazer mais para proteger seu planeta”, afirmou Andy Ridley, co-fundador e diretor executivo da Hora do Planeta.

“Quer se trate de uma criança que seja capaz de, com o seu testemunho, mudar uma sala de aula, ou de um presidente de um país que desafia os seus cidadãos para esta mudança, indivíduos, organizações e governos em todos os lugares do mundo são convidados a apagar suas luzes na Hora do Planeta 2011 e a comprometerem-se com iniciativas para além da hora”, disse Andy.

Então, é isso aí, galera! Vamos reunir a turma, convocar os familiares e amigos para juntos organizarmos um evento para ficar na história!

Divulgue e participe desse ato.

Veja o vídeo oficial da campanha aqui. 

 

Fonte:    Bio-Ideias     e     WWF (Br)      e     WWF (Pt)